Deus é justo [MINUTO COM DEUS]

Oração do dia – Minuto com Deus

Amado Pai, meu coração esta em prantos, mas eu sei que o Senhor esta comigo.
Meu espírito esta fraco e sente-se pequeno, mas o Senhor é meu único e verdadeiro Salvador.
Minha alma desmaia, mas só Tu Senhor, é o fôlego de que preciso.
Não me abandone, não me deixe desmanchar.
Eu confio em Ti, meu Deus.
Abençoa a minha vida, a da minha família e consola nossos corações tristes.
Jesus, esteja conosco.
Amém.

Meditação do dia – Como estudar a Bíblia

Leitura Bíblica: Provérbios 4.14-18
O Senhor é justo e ama a justiça; os retos verão a sua face (Sl11.7).

É um engano pensar que o Deus único, vivo e verdadeiro seja um Deus distante ou indiferente que não se incomoda com o sofrimento dos oprimidos ou com a exploração do pobre. Nosso Deus é um Deus justo e, certamente, aqueles que desdenham de seu senso de justiça amargarão muito mais que a decepção. Terão de enfrentar a sua ira.

O profeta Amós denunciou asperamente o procedimento pecaminoso das autoridades que exerciam o poder e tinham responsabilidade sobre o povo de Israel, dizendo: “Vocês oprimem o pobre e o forçam a dar-lhes o trigo” (Am 5.11). Apesar de todo o progresso da ciência e do desenvolvimento que mais de 20 séculos nos proporcionaram, é fácil constatar que não se modificou a situação de grande parte da humanidade.

Poderíamos afirmar que parece que Amós emerge da História e das páginas da Bíblia para condenar, como já o fez no passado, os que hoje “oprimem o justo, recebem suborno e impedem que se faça justiça ao pobre nos tribunais” (Am 5.12). Você é um daqueles que luta com sacrifício para prover o seu sustento e o dos seus? Você é mais um dos que sentem revolta por ver em tantos lugares prosperar a injustiça, a corrupção e o engano?

Será você um conformado com a situação que parece nunca se alterar e que, resignado, não enxerga solução alguma para as injustiças da vida? Não perca a esperança! O mundo sem Deus sempre foi e sempre será assim mesmo, regido pela ambição egoísta e desenfreada. Deus, porém, é justo e todos aqueles que se prevalecem da fortuna mal ganha ou da influência e poder que possuem para explorar os simples cidadãos do povo, se conseguirem fugir da justiça humana não se livrarão da condenação divina.

E, por fim, é bom termos consciência de que o Senhor, que abomina o pecado e a injustiça, não desampara aqueles que procuram praticar a justiça e descansam sua confiança em suas infalíveis promessas.

Vitorioso é o homem que coloca o fundamento de sua vida na justiça de Deus.