Cada vez melhor

Graça e paz. Se você não ler a primeira parte deste texto, CLIQUE AQUI para ler. Invista este tempo em você para ter de Deus a bênção para este dia.

LEITURA [CONTINUAÇÃO]

Também procuramos melhorar nosso trato uns com os outros e, claro, conosco mesmos, lá no íntimo.

Buscamos algo que chamamos de paz, realização, sentido para a vida ou algo assim.

Por que será que isso muitas vezes não funciona?

Os resultados ruins são bem visíveis dentro e em torno de nós.

Nosso texto de hoje fornece pelo menos duas indicações importantes para nos ajudar nessa busca: sinais que indicam quando vamos bem e a condição necessária para isso.

Ele diz no v. 11 “exortem-se mutuamente”, ou seja: estejam dispostos a aceitar correção uns dos outros; depois: “tenham um só pensamento”, ou seja, não fiquem cada um tentando puxar a vantagem para o seu lado, mas busquem o que é bom para todos, e, finalmente, vivam em paz.

Sugestão: verifique se você tem dificuldades com isso – seria sinal de que algo não está bem na sua vida espiritual.

Mas não tente corrigir isso à força.

Em vez disso, verifique se Jesus está realmente “dentro de você”, se é ele que comanda.

Talvez (ainda) não, e você esteja espiritualmente morto, não tendo como melhorar.

Nessa situação, costuma-se dar muito valor à própria força, mas esta não substitui a falta de vida.

Paulo aqui se faz “fraco” para que Cristo possa exercer seu poder.

Veja também o v. 3 sobre isso.

Vale a pena esforçar-se em busca do aperfeiçoamento?

Vale, quando o ponto de partida é Cristo e não a nossa capacidade.

Aperfeiçoar a vida é dar espaço a Cristo.

One comment

  1. Bom dia padre Fábio amém 🙏
    O texto é maravilhoso
    Agradeço a Deus por tudo em minha vida amém 🙏

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois + quinze =